30 de maio de 2012

Bola de Cristal

Precisei de uma segunda via de conta da Celpe para efetuar pagamento de uma fatura, já que a original tinha extraviado. Estive no posto da Companhia Pernambuca de Eletricidade do Expresso Cidadão, no bairro do Cordeiro, e lá uma funcionária gentilmente me emitiu uma nova conta (cópia). Interessante, que junto com está fatura foi fornecida mais duas com datas de vencimento em Junho e Julho, respectivamente, e já com o total de Consumo Ativo (kWh) mês. Fico a me perguntar: Ora, se falta ainda muitos dias para se chegar aos meses de Junho e Julho, como adivinharam qual foi o meu consumo se ainda vou utilizá-lo? Por acaso a Celpe tem bola de cristal? Se vinherem com a desculpa que o consumo é feito pela média, não vou aceitar este argumento, pois se estivesse fora durante estes meses e o meu consumo tivesse sido zero? Com certeza a conta cobrada seria indevidamente. Acho que isso vêm acontecendo com centenas de pessoas todos os meses, pois no Procon-Recife, esta companhia é a campeã de reclamações e na justiça nem se fala. Outro detalhe é que estão cobrando na minha fatura do mês de Junho a importância de R$ 25.30, correspondente a um corte realizado indevidamente neste mês de Maio, cuja taxa tem o nome de: Religação de "urgência". E por falar no corte, é bom frizar que este valor é um descaso sem tamanho, pois se a conta foi paga, a obrigação da Celpe é vir religar a luz do cliente sem cobrar nada. Com a palavra a Celpe para se pronunciar sobre o assunto.